domingo, 30 de agosto de 2009

TZATZIKI




TZATZIKI

Nos dias que passei na Grécia e entre as iguarias que experimentei, posso dizer que foram quase todas do meu agrado.

Á excepção de um doce típico:


(Tinha uma enorme expectativa no doce mais afamado daquele país: A BAKLAVA- um doce à base de massa filó, mel e nozes - mas esperava mais e melhor.Ou então errei na escolha do local onde a comi. Foi-me aconselhada como sendo naquele estabelecimento que se comia o melhor daqueles doces. Achei tão enjoativo e peganhento que não fui capaz de a comer pois o caramelo colava-se-me aos dentes).

Mas......adiante, pois foi uma entrada muito apreciada que faz parte dos cardápios de quase todos os restaurantes, o motivo deste post.

O TZATZIKI é uma entrada de sabor agradável e muito simples de confeccionar.

Para o acompanhar, o pão Pita aquecido é o ideal. Quem o não tiver , ou se preferir, pode optar por mini tostas.

Ingredientes:

O pepino da foto é dos normais.

Modo de confeccionar:

Lavar o pepino, limpar e ralar o mais fino possível (com casca).

De seguida, apertá-lo muito bem com as mãos, de modo a perder toda a água que tiver. Esta operação demora algum tempo, pois parece que está sempre ainda a gemer água e convém que esteja sem ela.

Transferir o ralado do pepino para uma taça funda.

Como fica uma bola, tem de ,com um garfo, tentar separar os fios do pepino , o melhor que puder.

Juntar 1 iogurte Grego.

2 colheres de sopa de azeite sem acidez.

1 dente de alho picado muito fino

1 pouco de pimenta branca

Sal a gosto.

Ligar tudo muito bem

De seguida, juntar algumas gotas de sumo de limão.

Mexer novamente.

Tapar a taça e deixar no frigorífico algumas horas pois deve ser servido bem frio.

Na hora de servir, picar finamente 2 folhas de hortelã. Ligar na massa anterior .

Se sobrar ,pode ser utilizado na refeição seguinte, desde que seja guardado no frigorífico.

Nota:

Das duas vezes que o fiz, fiz de modo diferente: numa utilizei pepino normal (1 pepino pequeno) e da outra 1/2 pepino doce (pois nesta variedade eles têm tamanho bem grande).

Feito com pepino doce, o TZATZIKI não fica com um sabor tão forte a pepino, o que, para o meu gosto, resulta melhor.

O dente de alho também pode ser de tamanho mais pequeno.(para quem não gostar muito do seu sabor em crú).

Gosto do sabor final da hortelã, pois torna esta entrada com um paladar um pouco mais subtil.

6 comentários:

tulipa disse...

A imagem abre o apetite.
Grécia - huummmm, que saborosa entrada; acho que iria gostar.

Obrigado pela partilha de tão deliciosas ideias para refeições de Verão.
Amoras...huuummmm, adoro e não tenho acesso a nenhuma por aqui perto.

Por aqui a "Festa" foi o 3º aniversário do meu neto.

O calor aperta, forte e feio. Ando "farta" de tanto calor...

Votos de bom domingo e excelente semana.
Beijinhos.

Greece 2009 disse...

posso dizer que este tzaziki estava mesmo bem feito. é que não saiu nada diferente dos que experimentámos na grécia. incrível !!!!
parabéns ;)

ameixa seca disse...

Já ouvi falar disto mas nunca provi. Quanto à Baklava, ainda bem que não usas placa senão até te saltava da boca he he
Eu nunca a provei mas realmente tenho a noção que deve ser bem docinha :)

andreia disse...

eu adora tzatziki!
quanto ao baklava:nao erraste no local...é mesmo enjoativo e peganhento lol. Para se comer é preciso gostar deste tipo de doces. Os turcos tambem fazem este doce. já provei dos dois e nao mudei a minha ideia...
Bom fim de semana!

Vagamundos disse...

Experimentámos a baklava, mas foi na Turquia. Até gostámos do doce. Mas na volta, é diferente da baklava grega.
Acho que vimas aqui roubar-te umas receitas de vez em quando :)
Bjs

Carla disse...

estou a adorar este blog
beijo