sábado, 13 de outubro de 2012

ARROZ DOCE EXÓTICO


Poderá parecer mas a minha cozinha não vive só de coisas doces.
Mas tenham lá paciência... 
Ao fim de semana eles aparecem, assim... devagarinho... como a pedir licença pela intromissão e, envergonhada ou descaradamente, são apresentados à família, enquanto espero ouvir a opinião sobre os mesmos.
Ora, o arroz doce é , segundo a minha opinião, um doce tìpicamente português.
E, confeccionado de variadíssimas maneiras, desde que leve arroz, açúcar e leite já faz juz ao seu nome.
E se em algumas zonas do Norte ele se faz sem ovos e com a textura bem consistente, outras há em que se apresenta bem cremoso e com bastantes gemas de ovos.
Pela minha parte prefiro-o bem cremoso e com tudo a que tem direito.
Mas hoje, ao "visitar" a despensa deparei com uma embalagem de coco já aberta e outra de estrelinhas de anis ainda por estrear.
Daí até imaginar um arroz doce bem diferente foi uma simples fracção de segundos.
E se bem o pensei, melhor o fiz.

Pois é-me bem difícil dizer as quantidades exactas , pois costumo fazê-lo a "olhómetro".
Mas essa questão parece-me ser um mal menor, pois a textura final depende do gosto de cada um.
A diferença deste está apenas nalguns ingredientes.

Ingredientes:
Arroz
1 pitada de sal
O dobro da água do arroz
Açúcar a gosto
Leite (para 5 taças gastei cerca de 5 dl)
1 casca de limão cortada fina e sem a parte branca
Coco ralado (gastei cerca de 3 colheres de sopa bem cheias)
Ovos (usei 3 gemas)
estrelinhas de anis
Canela para enfeitar

Como fazer:
Colocar um recipiente ao lume com a água, arroz (sem lavar), sal, açúcar e leite.
Deixar cozinhar em lume brando, mexendo de vez em quando.
A meio da cozedura colocar o coco, mexer de vez em quando.
Quando estiver quase cozido, colocar uma generosa casca de limão e 2 estrelinhas de anis.
Deixar apurar o gosto destes 2 ingredientes.
Retirar do lume.
Retirar a casca do limão e o anis.
Juntar então as gemas dos ovos batidos( à qual juntou prèviamente um pouco do leite quente, mexendo bem e só depois juntar ao arroz).

Depois de juntar os ovos já não vai novamente ao lume.
Enfeitar com canela quando amornar e com estrelas de anis.

NOTA: Lembre-se que o arroz ainda seca bastante ao arrefecer.
Mas se preferir o arroz bem consistente, a melhor solução é levá-lo ao lume depois de juntar os ovos .
Nunca acrescente leite nesta fase pois comprometeria o resultado final.



  .

3 comentários:

Papoila disse...

O arroz doce não é das minhas sobremesas favoritas mas com o coco e o anis tudo muda figura. Bjs

kikas disse...

Olá boa tarde,
Por incrível que pareça nunca fiz arroz doce mas, a sua sugestão parece diferente e bem apetecível.
Bjs e boa semana.

Alcina disse...

Lá para os meus lados o arroz doce era feito só com leite de cabra e sem água e ficava tão cremoso mas tão cremoso que nem precisava das gemas, mas agora com a falta do leite purinho não há maneira, eu também já fiz com coco e tenho umas primas no Brasil que dizem que para ser bom é com coco e leite condensado :-) um dia destes experimento, porque adoro arroz doce é das coisas que me traz mais saudades da infância e das avós e tias perdidas...