sábado, 15 de maio de 2010

MOUSSE TROPICAL



(Com a cor da papaia em calda esta mousse não fica nada fotogénica)

Bem sei que esta receita não está muito de acordo com o tempo.

Nestes dias que mais parecem outonais, em que os casacos fazem parte do nosso vestuário diário, em que o chapéu de chuva ainda pode ser um fiel companheiro por alguns momentos, eis que me atrevi a voltar novamente à bancada da minha cozinha.

Tinha de sair algo fácil, pouco trabalhoso .

Tinha de ser uma sobremesa...

E isto porque, ao longo de todo este tempo, o meu "cozinheiro" apenas se dedicou a comida e não as guloseimas.

Era o que mais faltava... E logo ele que não é nada de comer essas coisas, ía lá dar-se ao trabalho de fazer "uma doçura" só para satisfazer as vontades dos outros?

( antes de passar à receita quero dizer-vos que já estou a notar bastantes melhoras, mas não tantas como aquelas que queria e gostava. O braço já tem mais mobilidade - ando na fisioterapia- embora ainda esteja muito preso e haja muitos movimentos que me são proibidos- pelo menos por enquanto- . Mas a fisioterapeuta já está menos apreensiva com a minha situação clínica. A evolução tem sido boa, embora ela diga que já tenho "passeios" para o Verão.

Quanto ás dores na bacia: poucas. Embora ainda sinta que aquela sensação estranha e incomodativa não larga aquele sítio localizado. Ao andar causa-me alguma prisão de movimentos. Mas como o médico que me atendeu no hospital disse que tinha 5 meses de recuperação.... bem... acho que talvez não seja tanto tempo. Tudo parece estar a correr bem e até me parece, por isso, que não vou precisar de ter tanto tempo pela frente para deixar de vez a canadiana (só uso 1) e andar sem coxear.

Já agora só uma observação: tanto o meu ortopedista como a médica fisiatra e as fisioterapeutas dizem que o médico que me fez a redução na luxação(pôr o ombro no sítio) o fez de uma maneira espectacular, pois da maneira como os ossos estavam desencaixados uns dos outros, eles ficaram mesmo no local exacto ,não se observando sequer qualquer diferença entre o ombro acidentado e o outro)

Mas deixemos os pormenores da "minha invalidez" de lado e vamos ao que interessa e me fez voltar hoje aqui:

MOUSSE TROPICAL ROYAL

Ingredientes:

1 carteira de gelatina Royal de frutos tropicais.

1 iogurte natural (usei Yoplat)

1 pacote de natas 2 dl

1/2 lata de leite condensado (usei a lata toda pois sei que o resto ficaria sem aproveitamento) Magro da Nestlé.

Papaia em Calda ( Gosto mais de usar Manga , mas era papaia o que tinha em casa)

-E COMO USEI a lata toda do leite condensado e da papaia, usei 2 folhas de gelatina para solidificar melhor que depois de demolhada juntei á gelatina depois de juntar a água quente.

Como fazer:

Prepara a gelatina como diz na embalagem Levar ao frigorífico .

Quando a gelatina estiver já fria mas não consistente:

Bater as natas até chantilly bem consistente.

Juntar o iogurte. o leite condensado e a manga ou a papaia em calda.

Por fim a gelatina.

Bater novamente até ficar um creme homogéneo.

Colocar a taça no frigorífico, de preferência de um dia para o outro.

Bom apetite.

7 comentários:

Smas disse...

Ainda há para mim?

João Mario disse...

Que bela receita! Estou seguindo seu blog.
Gostaria de convidá-la para participar do sorteio de aniversário do meu blog.
Passa lá e concorra a um livro do Paul Bocuse.

Um abraço.

João Mario

ameixa seca disse...

Também gosto mais de manga mas papaia não está mal! Espero que recuperes a 100% :)

a Trofa tem cozinheira disse...

Ola Turbolenta!!! Tudo bem?! Pela 1ª vez venho ca ao teu blog devido ao coment que me deixaste das espetadas....e deste a dica de salmao com camarao!!! como fazes?? parece-me ser bom!!!! eu gostei mto do teu blog e ja estou seguidora!!! venho pa ficar!!! MIL BEIJOS

BOMBOKITA

Anakoelho disse...

Olá!
Mto boas receitas,gostei de seu blog.
Um ótima semana pra vc.

turbolenta disse...

resposta a Trofa tem Cozinheira
eu faço assim: descongelo o camarão(grande)e corto as cabeças.Ponho-os no frigorífico numa taça com sal e piripiri(pode ser em pó em em malaguetas fatiadas)e água de modo a ficarem cobertos. Ficam a tomar gosto pelo menos umas 2 horas.
Num recipiente ponho os quadrados do salmão com bastante sumo de limão e um pouco de sal. Vou mexendo de vez em quando e deixo mais no frigorífico, tal qual os camarões.
Na hora de grelhar, ponho um tomate cherry(porque além de os meus filhos gostarem muito desta qualidade, costumo ter imensos no meu quintal na altura do Verão), em cada ponta do espeto.Depois: um pedaço de salmão, um de pimento vermelho, uma cebolinha, 1 camarão,1 pedaço de pimento amarelo.(o verde não gostamos muito pois o gosto fica mais forte e acaba por se sobrepor ao gosto do salmão e do camarão),depois cebola,tomate e repete tudo até ao fim do espeto.
Pessoalmente não junto os ingredientes demasiado. Prefiro um maior número de espetadas, do que deixar tudo muito junto e depois, ou ficar mal passado nos meios ou então acabar por ficar tudo esturricado.
Mas a minha filha como gosta muito de courgetes já tem pedido que lhe junte 1 ou 2 rodelas.Ela diz que fica bem,Não posso dar opinião pois para mim nunca as fiz assim.

a Trofa tem cozinheira disse...

PS: amiga Torbolenta OBRIGADAAAA pela receita das tuas espetadas ACredita QUE VOU FAZE-LAS!!! em breve!!! mil beijos