terça-feira, 5 de outubro de 2010

TARTE DE MAÇÃ COM CANELA E VINHO DO PORTO


Esta tarte de maçã apresenta uma pequena variação da outra que já publiquei.

As quantidades são diferentes, o que vai alterar, substancialmente o resultado final. Também tem canela, ingrediente que a outra não tem mas que eu, pessoalmente, acho dar-lhe um gostinho óptimo e muito agradável.

Eu gosto muito desta (bem mais que devia, pois não devia comer bolos, bolinhos e afins…)

Como não leva fermento e o tempo de cozedura é pouco ( em forma rectangular - 30X 20 cm cerca de 20 a 25 m, conforme os fornos) quem quiser pode abrir o forno para fazer o teste do palito sem o perigo da massa baixar.

Este tipo de bolos fica muito melhor se a massa não ficar excessivamente cozida, correndo o risco de ficar seca.

A maçã deve ser reineta. Se der preferência a maçãs mais verdes , o gosto mais ácido da fruta deixa o bolo com sabor mais agradável e muito menos doce.

Qualquer aspirante a doceiro a consegue fazer na perfeição.

TARTE DE MAÇÃ COM VINHO DO PORTO E CANELA.

Ingredientes:

3 maçãs reinetas

250 grs de açúcar

100 gr de margarina (ou manteiga)

5 ovos

1 colher sobremesa rasa de canela

½ cálice de vinho do Porto seco

200 gr farinha Branca de Neve superfina

Manteiga para barrar a forma e farinha para polvilhar(uso sempre manteiga dos Açores)

Como fazer:

Numa taça colocar os ovos inteiros, a farinha, a manteiga derretida, o Vinho do Porto e a canela.

Bater tudo muito bem até a massa fica espumosa e com bolhas.

Juntar a farinha de uma só vez e bater com a batedeira mais um pouco.

Descascar as maçãs e partir em meias luas de grossura média.

Colocar a massa no tabuleiro .

Por cima dispôr as meias luas de maçã, não as enterrando na massa. Se tiver mais maçãs, pode colocar nos intervalos das maçãs da 1ª camada. Assim, no fim da cozedura, a massa apresenta várias camadas de maçã.

Findo isto, polvilhar as maçãs com açúcar (No fim de cozido, a fruta que ficar mais à superfície fica com aspecto levemente caramelizado)

O forno deve ser médio: 180º e estar pré aquecido 10m. Ventilado.

Bom apetite

3 comentários:

ameixa seca disse...

Não há nenhuma tarte que represente tão bem ao Outono como a tarte de maçã (sempre com canela he he) e a seguir a tarte de abóbora :)

Alcina disse...

Obrigado pela dica da fruta nas gelatinas nem fazia ideia e nunca correu mal, porque não são frutas tão vulgares de ter, mas terei isso em atenção.
Esta tarte em principio vai ser rainha cá em casa este fim de semana :-)
bjs

Bauhinia disse...

Olá...

Obrigado pelo simpático cometario que deixaste no meu blog.

Vejo que por aqui fazes coisas bem agradáveis... adoro tartes de maçã.

Beijinho