quarta-feira, 18 de maio de 2011

FAVAS COZINHADAS COM CASCA

Hoje não vou dar nenhuma receita.
Sinceramente não sei em que blog li , há algum tempo já, uma receita que me despertou alguma curiosidade, pois nunca me tinha passado pela cabeça que as favas pudessem ser consumidas com casca.
E quando estou a falar em casca não é aquele invólucro que protege cada grão, mas sim à vagem onde as ditas favas se desenvolvem e crescem até ficarem em condições de comer.
Pois a pessoa dizia que essas cascas podiam ser aproveitadas quando ainda tenras no início da sua maturação.
E então quando me desloquei recentemente ao Nordeste Transmontano, na ementa de um restaurante enorme e que se encontrava completamente cheio, um dos pratos do dia era: Favas com pernil assado.
E lá vieram para a mesa as tais favas tenrinhas, com a respectiva casca.
Tudo cortado em pedaços pequeninos e em quantidade suficiente para comer e deixar ficar na travessa.
A minha opinião é que, não se nota nenhuma diferença de sabores entre a fava propriamente dita e a casca que a envolve.
Achei uma maneira interessante e diferente de as comer.
Só um reparo: a cozinheira abusou um pouco do tempero pois estavam um pouco envinagradas demais para o meu gosto.
Mas, com menos vinagre , quando elas o ano que vem começarem a aparecer aqui no meu quintal vou experimentar cozinhá-las deste modo.
Aliás, pensando bem, este até é um método para as fazer render, pois enquanto são muito pequeninas e mais tenrinhas, não rendem tanto. E assim com casca sempre é outra coisa!

E se em vez do vinagre ele for substituído por sumo de limão tanto melhor.


Depois do comentário da Alcina do blog Artes Viagens e Sabores lá fui eu pesquisar e pronto!
Lá estavam elas as tais favas com casca num esparregado divinal
Obrigada Alcina

3 comentários:

Conde disse...

la cocina es un arte en letras mayñusculas.

Alcina disse...

Não sei se foi lá no meu cantinho, mas cá em casa faço muitas vezes, aliás gosto mais assim do que do grão própriamente dito, adoro esparregado de favas e bem avinagradinho ainda gosto mais :-)

turbolenta disse...

Alcina:
Agradeço a pista pois fui ao seu blog e lá está o meu comentário no post das favas com casca.
Obrigada.